Nos últimos anos, Portugal tem assistido a inúmeros incêndios florestais em todo os seu território. Além de colocar em perigo vidas e, em alguns casos, arrasar com famílias inteiras, os incêndios florestais causam graves prejuízos ambientais e económicos. Desta forma, é fundamental saber como lidar nestas situações.

Se estiver próximo do local de incêndio

  • Avise imediatamente as autoridades através do 112 ou 117.
  • Tente abafar as chamas, sem colocar a sua vida em perigo, batendo nelas com ramos até à chegada dos bombeiros.
  • Não impeça a ação dos bombeiros e siga sempre as suas indicações.
  • Não deixe a sua viatura estacionada nos acessos utilizados pelos bombeiros para acederem ao local do fogo.
  • Se notar comportamentos de risco e atividades suspeitas, informe as autoridades.

 

Se o incêndio estiver perto da sua casa

  • Avise os seus vizinhos.
  • Corte o gás e desligue a corrente eléctrica.
  • Molhe as paredes e os arbustos que rodeiam a sua casa de forma abundante.
  • Se tiver animais, solte-os porque eles saberão o que fazer para se salvarem.
  • Esteja pronto para abandonar a sua habitação.
  • Ligue um rádio a pilhas e esteja atento a todas as indicações difundidas.
  • Proceda apenas à evacuação da sua casa quando as autoridades o recomendarem ou quando a sua vida correr perigo.
  • Obedeça sempre, e rapidamente, às autoridades.

 

Em caso de evacuação

  • Tenha em conta que as autoridades não recomendam que abandone a sua casa se a sua vida não correr perigo.
  • Quando estiver a proceder à evacuação da sua casa ajude os que mais precisam como as crianças, os idosos e os deficientes.
  • Não leve consigo objetos pessoais desnecessários.
  • Depois de abandonar a sua casa, não volte atrás até ordem em contrário.

 

Se ficar cercado por um incêndio

  • Tente sair na direção contrária à do vento.
  • Caso tenha de se refugiar, procure uma zona com acesso a água e com pouca vegetação.
  • Enrole-se em roupas molhadas, não esquecendo de cobrir a cabeça.
  • Fique agachado para respirar junto ao chão, evitando inalar fumo. Se possível, coloque um lenço molhado a cobrir o nariz e a boca.
  • Se não conseguir abandonar a área onde está, aguarde o auxílio dos bombeiros.

 

Ver artigo completo aqui.